Bom Dia, Manhã

Zé Geraldo

Compositor: Não Disponível


Entre a linha do horizonte
E as copas dessa mata
Há um luar beirando prata
Que nos cede sua luz
Entre cipós e folhagens
Pirilampos sorrateiros
Mostram para os garimpeiros
Não é só ouro que reluz

Bate o sino na distância
Fere o calo nessa mão
Já desperta a alvorada
Nossa gente na roçada
Quer colher o seu quinhão

Há depois de cada curva uma reta
Há num bando de canários uma orquestra
Há depois da nuvem escura, temporal
E eu, caboclo, tô pensando
Se é chegada a minha reta
Se me afino nessa orquestra
É tão forte a cantoria
Que transborda o meu bornal

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital